Os diferentes tipos de texto 1

Cada escritor tem sua especialidade, porém muitos acabam fazendo trabalhos eventuais em outros estilos literários. Contos e crônicas andam lado a lado, também sendo utilizados por quem geralmente escreve romance. Vez ou outra um autor se interessa em expressar-se com versos. Mas qual a diferença entre todos esses diferentes tipos de texto? Aqui pretendo explicar brevemente cada um deles, para que a diferença fique mais clara.

Note que algumas dessas definições podem ser um pouco controversas e eu encontrei várias ideias distintas durante a pesquisa, então algumas coisas aqui podem  parecer “erradas” aos olhos de alguns, mas é realmente apenas uma questão de ponto de vista (eu mesmo mudei alguns dos meus conceitos). Enfim, vamos ao que interessa.

Prosa / Verso

São técnicas mutuamente exclusivas bem conhecidas e identificáveis, que estão invariavelmente presentes em qualquer texto. Nos escritos em verso, cada sentença fica em uma linha, com a intenção de manter o ritmo e, às vezes, por motivos estéticos. Versos são usados geralmente em poesias e são a principal característica dos poemas.

A prosa é o estilo tradicional de escrever as frases em sequência, formando parágrafos. Ela é usada em todos os gêneros de texto (também é possível escrever poesia em prosa).

Crônica

A crônica é um texto curto (cerca de uma página) que conta um único caso, enfatizando mais a situação do que as personagens ou o ambiente. Diferencia-se do conto por ser mais curta e menos apegada às personagens, preocupando-se mais com a observação da situação e a moral que se pode tirar dela.

Marcações de livro

Conto

conto, geralmente, também é curto, possuindo de três a vinte páginas (mas nada impede de ser muito maior do que isso). Este possui um único drama, diferenciando-se nesse ponto dos romances e novelas. As personagens são desenvolvidas o suficiente para o entendimento da história, sendo geralmente poucas e marcantes. O cenário também é pequeno, frequentemente ocorrendo em um único ambiente.

Fábula / Apólogo / Parábola

São estilos de contos criados especificamente para expressar uma moral. As fábulas retratam animais, os apólogos usam objetos inanimados e as parábolas representam situações metafóricas envolvendo pessoas.

Novela

As novelas em geral são maiores do que os contos, porém menores do que os romances. Elas contam com um único ponto de vista, porém esta personagem é mais desenvolvida e possui uma história mais definida do que nos contos, mantendo o foco mais nos conflitos pessoais do que na esfera social. Enquanto um conto possui um único drama, a novela possui vários conflitos surgindo sequencialmente durante o enredo.

Romance

A forma mais conhecida para os livros de ficção são os romances. Este é composto de diversas tramas, com várias personagens e pontos de vistas diferentes. Embora o foco principal possa ser uma personagem, os romances em geral retratam uma mudança no ambiente social. Diferentemente das novelas, os romances são histórias fechadas e completas, dando uma margem menor a continuações.

Poema / Poesia

A poesia é um estilo de texto que retrata as emoções, abusando de conceitos abstratos, metáforas e outras figuras de linguagem. Embora sejam geralmente escritas em verso, nada impede de que poesias sejam escritas em prosa.

Já o poema é sempre escrito em verso, tratando de coisas mais concretas, embora ainda evocando emoções e sentimentos. Existem poemas narrativos que podem superar os romances em comprimento, chamados estes de poemas épicos.

Matéria / Artigo / Ensaio / Tratado

Estes são gêneros de não-ficção que também valem a pena serem mencionados. Matéria é um texto jornalístico com a intenção de transmitir um fato de importância social. Artigo é uma publicação sobre um assunto específico, geralmente com base em resultados de uma pesquisa científica, apresentando a opinião do autor a respeito. Ensaio é um texto breve, expondo reflexões filosóficas pessoais a respeito de um tema, sem referências a outros materiais. Tratado é um texto mais formal e profundo do que um ensaio e mais preocupado em investigar ou expor os princípios sobre o assunto.

Conclusão

Existem outras variações mais específicas em determinados gêneros que, se eu fosse expor, tornaria o texto extenso demais, fugindo ao propósito inicial. Ainda, embora frequentemente os textos se encaixem em gêneros específicos, às vezes é difícil classificar, cabendo em mais de uma classificação. Vale a pena estudar estilos diferentes para renovar e abrir a mente, além de ser possível encontrar uma habilidade que talvez você nem soubesse que tinha.

One comment on “Os diferentes tipos de texto

  1. Reply Cícero Guedes de oliveira ago 23,2017 7:44

    gostei das informações, elas me incentivaram a me aprofundar mais em outros conteúdos.

Deixe uma resposta