Como uma Wiki se torna um excelente bloco de notas 2

Ultimamente tenho passado por um sério impasse ao tentar encontrar um bom software para anotações. Como quem lê este blog deve saber, estou atualmente tentando escrever um livro; além disso, criei todo um novo universo para a história de tal livro. Isso me exige um bom programa para gerenciar minhas notas, caso contrário acabarei perdido.

Parei de usar o OneNote da Microsoft que, apesar de ser excelente, me prende muito ao PC. E preciso ser capaz de visualizar e editá-las no iPad, que me ajuda de uma forma mais portátil. Existe o Outline, um aplicativo que antes apenas era capaz de ler, mas agora também pode editar. Seria ótimo, se no momento eu tivesse dinheiro para comprá-lo. No entanto, não sei se todas as funcionalidades do OneNote estão presentes no aplicativo.

Usei por muito tempo o Notably, que só funciona no iOS, mas salva as notas em puro texto no Dropbox, permitindo que eu visse e alterasse em outros dispositivos. Esse aplicativo tem uma das melhores funções que eu preciso: a capacidade de criar infinitos níveis de notas; ele permite colocar um bloco dentro de outro bloco, além das notas, numa solução simples e elegante. Entretanto, essa organização não é salva no Dropbox, o que me fez uma vez ter que arrumar tudo de novo. E ele também tem um problema deal breaker: às vezes ele faz suas notas sumirem. Imagino que seja um problema de sincronização do tipo: salva na nuvem, você continua editando a nota, mas o app não salva de novo, quando se abre outra nota e depois volta, ela baixa da nuvem, que tem uma versão anterior da nota e você acabou de perder os dados novos. Enfim, quando perdi preciosos minutos em notas (e por sorte ainda me lembrava do que se tratava, também por ter percebido logo) desisti do Notably (nas avaliações de usuários, muitos reclamam do mesmo problema, faz tempo que não é atualizado e o e-mail que mandei para o desenvolvedor nunca foi respondido; isso considerando que não é gratuito).

Procurei outras soluções, porém não existe nada que atenda as minhas necessidades, que seriam basicamente: acesso multi-plataforma (quero acessar do PC e do iPad no mínimo), sincronização e edição off-line (não dá pra confiar na internet no Brasil) e uma forma de organizar que seja livre, permitindo níveis ilimitados de “pastas”. Se alguém conhecer algum que atenda as três, diga-me que ficarei grato.

Foi então que pensei em uma alternativa que já me passara pela cabeça antes: criarei uma wiki pessoal. Para quem não sabe, uma wiki é basicamente um site da web que permite que os usuários editem o conteúdo através de uma interface no próprio site. Como o grande exemplo da Wikipédia. Claro que não quero que qualquer um edite minhas anotações, para isso deixei como visível apenas para usuários registrados e eliminei a possibilidade de qualquer um se registrar.

Qual é a vantagem de uma wiki para anotações?

A primeira, eu diria, é o controle de versão. Isso significa que todas as suas edições estão salvas e, mesmo que você apague ou altere alguma coisa, elas nunca irão se perder de verdade. A qualquer momento você pode reverter para uma versão antiga.

Outra: links internos. Você pode facilmente criar links para outras páginas dentro da wiki, mesmo antes de criar as páginas. Caso a página não exista, você pode clicar no link e criá-la. Isso facilita muito quando se quer ver o que ainda falta fazer, e os links estão lá: é só clicar e começar a adicionar conteúdo. Também ajuda no caso de esquecer algum termo mais específico ou algum ponto que se comenta em outro lugar, bastando clicar no link que já está lá.

Se você colocar num servidor acessível pela internet, dá pra ver e editar com qualquer plataforma, até no celular, contanto que ele tenha um navegador. Anotações críticas talvez mereçam estar em um lugar off-line, caso seja necessário, mas um lugar único e sempre atualizado também é uma boa ideia.

Além disso, pode-se criar categorias e/ou namespaces para facilitar a organização. Algo que de certa forma fica melhor do que as “pastas” que eu citei anteriormente.

Comecei com essa técnica há poucos dias, porém já notei uma grande diferença. Estou usando para desenvolver o universo no qual o meu livro se passa (e algumas outras ideias de historia também) e já avancei bastante, compilando anotações que estavam espalhadas por aí e coisas que nunca saíram da minha cabeça. Claro que muitas páginas ainda são esboços, porém esta é uma das vantagens: sempre posso voltar e acrescentar informações; pelo menos já tem alguma coisa em texto, ao invés de deixar tudo no meu cérebro falho.

Tal formato ajuda bastante por comportar uma grande quantidade de informações, mantendo tudo vinculado e possibilitando uma pesquisa textual. Apesar de não ter uma solução de sincronização off-line (embora aceite XML-RPC, o que talvez permita que certos clientes para blogs funcionem), foi o que chegou mais próximo das minhas necessidades.

Como você fez ter sua própria wiki?

No meu caso, uso a DokuWiki, que é bem simples de instalar – é basicamente copiar os arquivos e abrir no navegador – e usar, não precisa de banco de dados (que torna mais fácil até encontrar uma hospedagem gratuita que aceite) e salva tudo em arquivos de texto simples, permitindo acesso fácil mesmo fora do sistema (facilitando também o backup).

No entanto, existem vários softwares de wiki disponíveis, que rodam sobre diversas plataformas. Alguns dependem de um servidor web, outras já vêm com o servidor e algumas rodam como uma aplicação desktop tradicional; tem pra todo tipo de gosto.

A Wikipédia usa o MediaWiki, que possui o código aberto e está disponível para quem quiser usar, porém o processo de instalação e manutenção pode ser bem tedioso; é um sistema preparado para um número de alto de acessos, que pra uma wiki pessoal se torna desnecessário. Se você quiser o look da Wikipédia, ao menos o DokuWiki possui o tema Vector, que atualmente dá a cara à enciclopédia colaborativa (o visual anterior, o Monobook, também está disponível). Não duvido que outros também possuam tais temas, pelo menos aqueles que rodam por um servidor web.

Enfim, por enquanto esse formato se revelou como uma excelente solução para anotações, especialmente para projetos grandes, nos quais vários itens se relacionam entre si. Talvez seja um excesso para coisas menores ou notas soltas, mas vale a pena pra quem quer deixar tudo conectado. Se eu encontrar uma solução para sincronização off-line (especialmente com o iOS, visto que o PC está sempre conectado) será perfeito.

2 thoughts on “Como uma Wiki se torna um excelente bloco de notas

  1. Reply Thiago Dalleck mar 15,2013 15:24

    Ótima dica! A dinâmica hipertextual que uma wiki oferece ajuda muito pra um projeto grande mesmo. Valeu!

  2. Reply Jose Názara ago 19,2016 16:19

    Boa dica! Para fins semelhantes, talvez de menor porte, “RedNotebok” (Linux/Windows) vai nessa linha.
    http://lifehacker.com/5688063/rednotebook-is-a-wiki-style-journaling-tool

Deixe uma resposta