A Prisão da Liberdade

Todos nós somos livres. As leis nos dão tal liberdade. Podemos fazer o que quisermos e dizer o que nos der na telha. Temos o direito de ir e vir. Ninguém pode nos impedir. A não ser, claro, nós mesmos.

As leis que nos dão a liberdade são as mesmas que nos prendem. Você não pode fazer o que quiser. A lei te proíbe de fazer certas coisas. O código penal lhe tira a liberdade se você se exceder. Você pode perder o direito de ser livre.

Mas nada realmente te impede de fazer as coisas. Há consequências, sim, mas estas só vêm depois de você ter concluído. Você pode fazer o que quiser e ninguém vai te segurar. Embora tenham o direito de te impedir imputado em sua liberdade.

A qualquer momento, você pode largar seu trabalho, sair de casa, abandonar sua família. Você pode deixar de usar roupas. Pode deixar de comprar alimentos nos mercados. Pode parar de usar a internet, de fazer exercícios. Pode sair das cidades e viver na floresta.

Quem conseguiria viver assim? Poucos; talvez ninguém. Embora tenhamos a possibilidade de fazer virtualmente qualquer coisa, há coisas que não possamos fazer. Nosso superego nos impede de cometer certas atrocidades e insanidades. Nossa própria mente nos abstém da liberdade que nos foi concedida.

Ainda bem.

A própria natureza humana se encarrega de manter as coisas nos eixos. Se todos o fizéssemos o que der vontade, o mundo seria um caos. Precisamos desse autocontrole para que as coisas funcionem como devem. Precisamos de regras para evitar os problemas consequentes da liberdade.

Nunca seremos cem por cento livres. Existem grades invisíveis que nos cercam. Mas, dentro de tal prisão, podemos fazer o que quisermos. E isso geralmente é o suficiente para nos satisfazer. Afinal, fomos feitos para viver em sociedade. Ainda que algumas leis possam nos fazer sentirmos acorrentados, dependemos delas para uma ordem geral. Sei que a legislação deveria ser diferente, só que é isso o que temos por enquanto.

Enfim, é importante saber que há coisas pela qual lutar e que existem coisas erradas neste mundo, porém anarquia não é solução. É importante saber até onde a liberdade pode ir.

Deixe uma resposta